1
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Como evitar golpes no Pix

Em 16 de novembro, o Pix foi liberado para todo o Brasil. O novo serviço de pagamentos instantâneos já pode ser utilizado por qualquer pessoa que já tenha uma chave Pix cadastrada em bancos e outras instituições financeiras do país. O método de transferência de fundos é simples e seguro, mas há sempre riscos de golpes que devem ser evitados. Confira como se prevenir das ações de golpistas.




Golpes mais comuns do Pix

Os golpes do Pix não são exclusivos dessa nova modalidade de pagamentos e os golpistas têm buscado adaptar suas ações às mudanças implementadas pelo Pix. Por exemplo, como o Pix exige o cadastro de chaves, um dos golpes mais comuns é a ligação de golpistas se fazendo passar por funcionários de banco oferecendo o cadastro de uma chave.

Com isso, conseguem obter do usuário suas informações bancárias. Esse mesmo golpe pode ser aplicado por email, SMS ou mensagens no WhatsApp. O mecanismo é sempre o mesmo: seus dados são solicitados para fazer um novo cadastro.

Além disso, outro golpe comum (e utilizado em qualquer outro meio de pagamento) é o do falso samaritano. Trata-se daquela pessoa que fica próxima ao caixa do banco ou de outra loja e se oferece para ajudar alguém com dúvidas. Nesse momento, o golpista aproveita para acessar seus dados.

No caso do Pix, que exige apenas uma informação para identificar o destinatário, o golpista também pode rapidamente trocar o envio do dinheiro para sua conta, enganando o usuário que julga que o pagamento foi feito para quem de direito.

Como evitar golpes no Pix

Segundo Manoel Alexandre Bueno e Silva, head do Capco Digital Lab São Paulo, a melhor forma de se prevenir de golpes no Pix é a desconfiança. "O usuário tem que tomar cuidado. As instituições financeiras não pedem nada por telefone. Então, é preciso desconfiar desse tipo de pedido por ligação, e-mail ou mensagem", diz ele.

Para tentativas de golpe presencial, a estratégia principal é jamais entregar seu dispositivo para um desconhecido fazer as manipulações. "O falso samaritano está sempre por perto, disposto a ajudar quem tem dúvidas. É preciso estar atento e procurar alguém da loja, um funcionário do banco. E não deixar seu celular à vista", aconselha Bueno e Silva.

O Pix é seguro?

Todo meio de pagamento possui o risco de golpes, porém a verdade é que o Pix, além de outras vantagens como gratuidade, disponibilidade 24 horas e velocidade, é mais seguro que outras modalidades. "Pagamentos por cartão de crédito não exigem qualquer tipo de login, mas o Pix tem. Você precisa acessar seu banco e isso cria uma camada extra de segurança para o usuário", afirma o head do Capco Digital.

É possível cancelar um Pix?

As maneiras de cancelar um pagamento via Pix são praticamente os mesmos de outras modalidades. Em primeiro lugar, qualquer pessoa que tenha recebido um Pix indevidamente pode realizar a devolução espontânea do valor, que retorna à conta original.

Além disso, a sua instituição financeira também monitora as transações. "Os bancos possuem procedimentos para identificar transações suspeitas e emitem alertas para que você confirme a transação", aponta Bueno e Silva. "Além disso, se você cair em um golpe, pode reclamar diretamente com a instituição financeira, como fazemos com compras no cartão de crédito que não reconhecemos".

Foto: © Daniil Peshkov - 123RF.com
Este documento, intitulado 'Como evitar golpes no Pix', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.

Assine nossa newsletter!

Receba toda semana o melhor conteúdo

Assine nossa newsletter!