1
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Temas mais debatidos da CES e como eles afetam nossas vidas

A CES 2021, realizada entre os dias 11 e 14 de janeiro, foi a primeira edição do evento internacional 100% digital devido à pandemia de coronavírus. Se o encontro presencial entre expositores e visitantes não foi possível para se ver ao vivo novos produtos em ação, a feira não deixou de trazer muitas novidades ao público, discutir as principais questões envolvendo a tecnologia e mostrar o que dará o tom sobre o tema nesse e nos próximos anos. Nesse artigo, o CCM Brasil faz um balanço da CES 2021 e aponta as tendências no campo mais comentadas durante o evento.

Para avaliar os principais temas discutidos na CES 2021 e como produtos e serviços anunciados na feira afetarão nossas vidas, o CCM Brasil conversou com Daniel Franulovic, diretor de Ecossistema de Inovação da Accenture, que participa da CES desde 2018 monitorando a aplicação das inovações tecnológicas divulgadas por grandes empresas e startups ao longo dos dias do evento.

Impactos da Covid-19

Como não poderia deixar de ser, os impactos da pandemia de coronavírus na vida de usuários foi o maior destaque da CES 2021, envolvendo todas as áreas contempladas no evento. Entre as áreas mais valorizadas, segundo Franulovic, estão soluções de higienização, monitoramento de saúde e assistentes virtuais aplicados a menor necessidade de toque em aparelhos pelos usuários.

“As empresas estão focadas em entender como a pandemia vai afetar nossos padrões de comportamento. Nesse sentido, a CES serviu para apontar a tecnologia que vai dar suporte ao mundo pós-pandemia, com inovação em prol de produtos melhores em praticamente todas as áreas”, destaca o diretor da Accenture.

LEIA MAIS:
Televisores, notebooks e robôs: o melhor da CES 2021

Vida em casa

Para o especialista, uma das tendências mais fortes identificadas na CES 2021 é uma atenção especial ao tempo passado dentro de casa e como é possível garantir um ambiente seguro e confortável. “Antes, o mercado se preocupava muito mais com mobilidade, deslocamento, como encontrar lugares. Agora, há um aumento da preocupação em ter um ambiente doméstico mais preparado”, diz Franulovic.

Nesse sentido, a feira trouxe novidades como aparelhos mais fáceis de limpar, ferramentas para higienização de celulares e produtos para facilitar o trabalho remoto. “É sempre difícil fazer qualquer tipo de previsão do futuro, mas estar em casa e os gadgets que dão suporte a isso vieram para ficar, com mudanças profundas na maneira como interagimos com a tecnologia”, completa.

Sustentabilidade e responsabilidade ambiental

Altamente debatidas, as questões envolvendo a pandemia também acabaram por ofuscar outros temas amplamente presentes em edições anteriores da CES, como a sustentabilidade e o combate aos efeitos do aquecimento global. Contudo, a temática não desapareceu por completo, destaca Franulovic.

“É como se uma crise mais urgente passasse à frente da outra. Mas as empresas seguem com essa preocupação, até mesmo porque essa é uma demanda crescente dos usuários e o mercado precisa responder a ela”, diz. Para ele, o formato virtual da CES também pode ter atrapalhado.

“Em edições presenciais, você acaba tendo mais contato com startups menores e muitas delas têm soluções especificamente voltadas para mitigar o impacto ambiental da tecnologia e criam ferramentas para auxiliar os usuários nesse processo. Nesse ano, o foco acabou ficando mais nas big techs”, aponta.

Adoção do 5G

Outro aspecto relevante é a adoção do 5G. De acordo com Franulovic, a tecnologia já é uma realidade e a CES trouxe centenas de smartphones, sensores e outros dispositivos prontos para a integração no 5G. Assim, o especialista demonstra preocupação com a demora do Brasil em iniciar o processo de implementação da tecnologia.

“Nossa janela ainda não se fechou totalmente, mas está fechando. O risco é em um futuro próximo nossas startups perderem capacidade de inovação em comparação a concorrentes estrangeiras”, diz ele. “O 5G é muito mais do que apenas internet mais rápida. Ele vai permitir o desenvolvimento de cidades inteligentes, veículos autônomos e games na nuvem, por exemplo”, explica.

Foto: © CES.

Este documento, intitulado 'Principais destaques da CES 2021', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.

Assine nossa newsletter!

Receba toda semana o melhor conteúdo

Assine nossa newsletter!