0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Backup do registro do sistema

O registro do sistema é um arquivo onde ficam armazenadas as configurações do computador. Ter um backup do registro é crucial em diversos procedimentos para solução de problemas que impedem o funcionamento correto do Windows.




O que é o registro do sistema?

Nas primeiras versões do Microsoft Windows, os softwares instalados eram armazenados em arquivos de configuração (extensão .ini). Na sequência, porém, a Microsoft passou a agrupar todas as informações em dois arquivos específicos, que receberam o nome de registro do sistema. Esses arquivos são:
  • user.dat - contendo as configurações do usuário
  • system.dat - contendo as configurações do sistema.

Além disso, foram conservadas os arquivos system.ini e win.ini para garantir a compatibilidade com softwares criados para versões mais antigas do sistema operacional.

O objetivo do registro do sistema é agrupar todas as informações de configuração para torná-las mais organizadas e limitar o número de pastas de configuração no HD. O registro do sistema contém uma vasta estrutura na qual as configurações são classificadas em diferentes critérios. Cada um deles pode ser subdividido em outras partes. Cada elemento de configuração recebe o nome de chave.

O principal problema do registro do sistema é que, após a instalação de um programa, diversas chaves são criadas em diferentes partes do registro. Se o software for desinstalado, as chaves são deletadas, mas a estrutura criada permanece. Assim, o acúmulo de programas instalados, mesmo que eles sejam apagados depois, afeta a velocidade do sistema. Por isso, recomenda-se reinstalar o Windows de tempos em tempos.

Por que fazer um backup ?

Durante a instalação de um novo software, algumas definições são armazenadas no registro e podem acabar danificando o sistema e impedindo o acesso às principais funções do Windows. Em muitos casos dessa natureza, a solução é reinstalar o Windows e os softwares. Para evitar isso, é aconselhável fazer backup do registro do sistema antes de qualquer manipulação importante no seu PC.

Como fazer um backup

Para fazer o backup, abra a função Executar (atalho Windows + R), digite regedit e confirme em OK. A janela que se abre é o registro do sistema. Clique em Arquivo > Exportar. Na nova janela, escolha o local onde o registro será salvo e dê um nome ao arquivo. É importante que você escolha um nome que deixe claro que se trata de um backup e a data em que ele foi feito. Por exemplo: Backup_Registro_05_02_2020:



Na parte inferior da janela, certifique-se de que a caixa Tudo está marcada na seção Intervalo de exportação. Depois, confirme clicando em Salvar.

Restaurar o registro do sistema

Para restaurar o registro do sistema com o backup feito, basta dar um duplo clique no arquivo criado. O Windows apresentará uma mensagem de alerta, informando que o arquivo poderá fazer alterações substanciais sobre o registro. Clique em Sim para confirmar:



Assim, o registro do sistema voltará a apresentar a configuração da data do backup. Caso o duplo clique não funcione, abra novamente o registro do sistema e vá em Arquivo > Importar. Depois, localize o backup, clique sobre ele e depois em Abrir.

Foto: © niroworld - Shutterstock.com

Veja também

Este documento, intitulado 'Backup do registro do sistema', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.

0 Comentário