Golpista do Tinder? Como ver os antecedentes criminais dos matches

Com o sucesso do documentário O Golpista do Tinder, da Netflix, aumentou o número de usuários do aplicativo de encontros que denunciam golpes e até crimes cometidos por pessoas que conheceram no app. Com o objetivo de tornar a experiência o usuário mais segura, o Tinder lançou uma nova funcionalidade, que permite verificar os antecedentes criminais dos manches. Veja, a seguir, como fazer isso e quando o recurso chega ao Brasil.

Com foco em elevar a segurança dos usuários e diante da repercussão do documentário O Golpista do Tinder, da Netflix, o app de encontros e namoro lançou uma funcionalidade para checar os antecedentes criminais das pessoas com quem deram Match. O serviço de "background check" será oferecido pela organização sem fins lucrativos Garbo. Veja, a seguir, como ele funciona.

Tinder: como funciona o serviço que checa antecedentes criminais

O serviço de "background check" oferecido pelo Tinder será realizado pela organização sem fins lucrativos Garbo. Outros apps de relacionamento controlados pelo Match Group, como OkCupid, Hinge e Azar, também receberão este recurso, que checa antecedentes criminais dos matches.

Em um primeiro momento, o Tinder informou que oferecerá, nos Estados Unidos, duas checagens gratuitas a cada usuário. Depois, o serviço será cobrado. Cada checagem na Garbo custa U$ 2,50 (cerca de R$ 12,60), mais uma taxa de processamento por transação. Segundo o Tinder, todos os rendimentos vão para a organização.

O passo a passo para checar os antecedentes criminais de pessoas no Tinder é o seguinte: basta o usuário acessar a Central de Segurança do Tinder, disponível com o ícone de escudo azul. O app, automaticamente, redirecionará o usuário para o site oficial da Garbo, onde ele precisará adicionar o número de telefone e nome da pessoa com quem deu o Match.

A busca pode ser refinada por informações compartilhadas no app, como endereço ou signo. Em geral, os resultados aparecem três minutos após a pesquisa, que se baseia nos registros criminais da Justiça.

Quando a função do Tinder chega ao Brasil?

A função de buscar a ficha criminal de um Match no Tinder está disponível, por ora, apenas para os Estados Unidos.

Segundo a plataforma, aos poucos, o recurso deve ser liberado para outros países, como o Brasil, porém ainda não existe previsão para que isso aconteça.

Como se proteger de golpes como o do Golpista do Tinder?

O lançamento do documentário O Golpista do Tinder, na Netflix, levantou diversas preocupações sobre os encontros marcados por apps de relacionamento.

Isso porque o filme conta a história por trás dos golpes milionários aplicados pelo golpista que usava o pseudônimo de Simon Leviev para atrair, conquistar e roubar diversas mulheres. Os golpes aplicados por ele, que viva uma rotina de luxo, somaram milhões.

Repleto de investigação, o documentário O Golpista do Tinder tem cerca de duas horas e mostra as vítimas que tiveram a coragem de se expor e buscar justiça, denunciando o criminoso. A produção também serve de alerta para que os usuários desconfiem de encontram em aplicativos de namoro.

Assista ao trailer de O Golpista do Tinder aqui:

Inventando Anna: a golpista que enganou Nova Iorque

Ainda na onda dos golpistas, mas, desta vez, sem Tinder, Inventando Anna é uma série da Netflix criada por Shonda Rhimes, a mesma de Grey’s Anatomy, que retrata como uma jovem de 26 anos conseguiu enganar metade de Nova Iorque apenas com uma boa lábia.

Uma vida milionária, cheia de luxos, hotéis e restaurantes caros, jatinhos… E tudo sem pagar um centavo por isso!

A russa Anna Sorokin, que usava o nome falso de Anna Delvey, voltou a figurar na imprensa após o sucesso da série, que retrata os golpes praticados por ela e como terminou a história de uma jovem ambiciosa e boa de conversa. A história conta, inclusive, com depoimento de pessoas que foram enganadas por Anna e tiveram perdas financeiras consideráveis.

O trailer da série (uma das mais vistas da Netflix) é este aqui!

6 dicas para se proteger de golpes na internet

Conheceu alguém interessante no Tinder? Veja, a seguir, algumas dicas de especialistas para não cair em golpes.

- Não envie documentos, dados pessoais ou de cartão de crédito;
- Desconfie de pedidos de dinheiro feitos pelo Tinder e não faça transferências ou Pix;
- Perfis verificados aumentam a segurança;
- Busque o seu match nas redes sociais;
- Marque uma chamada de vídeo com a pessoa antes de encontrá-la pessoalmente.
- Marque encontros em locais públicos (e avise alguém).

Foto: © cottonbro/ Pexels

Veja também
Este documento, intitulado 'Golpista do Tinder? Como ver os antecedentes criminais dos matches', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter!