Cortar um vídeo com Windows Movie Maker

Faça uma pergunta
Neste tutorial, você vai aprender simplesmente como cortar um vídeo em diversas partes.


Antes de começar

Antes de começar, verifique se você tem o Windows Movie maker, e uma dessas extensões: AVI, MPG, M1V, MP2, MP2V, MPEG, MPE, MPV2, WM, WMV ou ASF. Se não for o caso, é preciso converter seu arquivo de vídeo em uma dessas extensões. Eu recomendo usar o Super que tem um excelente desempenho e é completo.

Se você não conseguir converter com qualquer software, é porque seu arquivo não é um vídeo ou não é reconhecido por esses softwares (mas isto é muito raro).

Como cortar um vídeo

Você tem diversos métodos para fazê-lo:


O primeiro consiste em deslocar a entrada e a saída do vídeo, útil para cortar e, depois, receber os vídeos um por um. A última consiste em fazer pequenos clipes.
Você pode utilizá-lo para misturar as sequências (que podem ser detectadas automaticamente pelo Windows Movie Maker com o código temporal DV) ou excluir sequências para ficar com uma só.

Cortes exteriores

Para começar, importe seu vídeo. Arquivo > Importar nas coleções (Ctrl+I). Não esqueça de desmarcar a opção Criar clipes em baixo.

Agora que seu vídeo está nas coleções, é preciso colocá-lo em uma tela (aqui temos somente uma tela por vídeo na mesa de montagem):

Em seguida, pratica-se um pequeno corte. Tire o zoom da mesa de montagem, para cortar o momento desejado (pequenas lentes de aumento à esquerda da mesa de montagem). Toma-se a parte esquerda do vídeo para deslocar seu ponto de entrada (e assim tirar um pouco do início) e/ou em seguida tomar a parte direita do vídeo para decidir quando e onde parar. Depois disso, faça o zoom na mesa de montagem, para fazer um corte mais fino e mais preciso do que aquele feito anteriormente:


Você deve cortar para obter uma parte de seu vídeo. Em seguida, vamos renderizar para obter o material do grande. Arquivo > Registrar o arquivo de vídeo (Ctrl+P)
Siga as solicitações na tela.

Depois que o vídeo estiver gravado, você pode reproduzir o deslocamento do início e do fim do vídeo para obter uma outra parte.

Cortes interiores e múltiplos

Neste método, que é mais flexível e prático, você poderá até mesmo realizar uma pequena montagem. Para começar, importe seu vídeo para a coleção, como visto acima. Quando o vídeo estiver nas coleções, é preciso colocá-lo em uma tela (aqui temos somente uma tela por vídeo na mesa de montagem):



Agora, começa-se por um pequeno corte. Tire o zoom da mesa de montagem, de maneira a detectar a parte a ser cortada (pequenas lentes de contato à esquerda da mesa de montagem). Clique no lugar do início do vídeo (na parte superior da barra de tempo) que você deseja guardar, e faça Ctrl + L (equivale ao botão para fracionar, na parte inferior esquerda). Você pode fazer um zoom para ser mais preciso. Em seguida, faça o mesmo para a imagem de saída. Normalmente, você ficará com três clipes, então, clique no primeiro e pressione a tecla Del (ou clique direito em Excluir). Idem para o último.

Com este método, você deve ter adivinhado que pode cortar uma parte e deslocá-la na montagem. De qualquer maneira, tenha cuidado, pois o O software se bloqueia a partir de certo número de objetos de som, etc..., ocupando a mesa de montagem. Assim sendo, faça backups freqüentes de seu projeto:


Agora, faça uma renderização para obter o resto. Arquivo > Salvar o arquivo de vídeo (Ctrl + P) e siga as instruções da tela.

Depois de gravado, você pode reproduzir as etapas acima (depois da importação) para conseguir outra parte, ou realizar outra montagem.

Foto: © Microsoft.
Jean-François Pillou

Nosso conteúdo é produzido em colaboração com especialistas em tecnologia da informação sob o comando de Jean-François Pillou, fundador do CCM.net e diretor digital do Grupo Figaro. CCM é um site sobre tecnologia líder em nível internacional e está disponível em 11 idiomas.

Mais informações sobre a equipe do CCM