História da Internet

Setembro 2017

Como foi inventada a internet

Em 1962, com o fortalecimento do comunismo, a Força Aérea dos Estados Unidos pediu a um pequeno grupo de pesquisadores que criasse uma rede de comunicação militar capaz de resistir a um ataque nuclear. O conceito desta rede se baseava em um sistema descentralizado, que permitia que a rede funcionasse mesmo que uma ou várias máquinas fossem destruídas.

Como surgiu o modelo Baran

Paul Baran é considerado uma das principais figuras da criação da Internet. Em 1964, ele teve a ideia de criar uma rede com a forma de uma teia de aranha. Ele tinha percebido que um sistema centralizado era vulnerável pois a destruição do seu núcleo provocaria o corte das comunicações. Por este motivo, ele criou um método híbrido ao utilizar arquiteturas em estrela e de malha, onde os dados se deslocariam de forma dinâmica, procurando o caminho menos sobrecarregado e esperando caso todas eles estivessem congestionados. Esta tecnologia foi chamada de packet switching (comutação de pacotes).

Como foi criada a rede ARPANET

Em agosto de 1969, independentemente de qualquer objetivo militar, a rede experimental ARPANET foi criada pelo ARPA (Advanced Research Projects Agency) para conectar quatro instituições universitárias: Universidade de Stanford, a Universidade da Califórnia em Los Angeles, a Universidade da Califórnia em Santa Bárbara e a Universidade de Utah.

Atualmente, a rede ARPANET é considerada como a precursora da Internet. Nesta época, ela já comportava certas características fundamentais da rede atual, como um ou vários núcleos da rede que podiam ser destruídos sem perturbar o seu funcionamento global, as máquinas podiam se comunicar sem a mediação de um computador central e os protocolos utilizados eram básicos.

Origem do e-mail

Em 1971, Ray Tomlinson criou um novo modo de comunicação: o e-mail. O conteúdo deste primeiro e-mail era o seguinte:

QWERTYUIOP

Além disso, o caractere @ já servia para separar o nome do usuário do resto do endereço.

Em julho de 1972, Lawrence G. Roberts aumentou as possibilidades abertas por Ray Tomlinson e desenvolveu a primeira aplicação para enumerar, ler de maneira seletiva, arquivar, responder ou reencaminhar um e-mail. Desde então, o serviço de mensagens eletrônicas não parou de crescer e se transformou no uso mais comum de Internet no início do século XXI.

Além disso, em outubro de 1972, a rede ARPANET foi apresentada pela primeira vez ao grande público. Na mesma época, o ARPA tornou-se o DARPA (Defense Advanced Research Projects Agency) e o termo internetting passou a ser utilizado para designar o ARPANET, um embrião da Internet.

Para que serve o protocolo TCP

O protocolo NCP, utilizado até então, não permitia a verificação de erros e era, por princípio, utilizável apenas na rede ARPANET, na medida em que a infraestrutura era dominada corretamente. Assim, Bob Kahn, que chegou no ARPA em 1972, começou a trabalhar sobre as bases de um novo protocolo, já chamado de TCP, que permitia encaminhar dados em uma rede fragmentando-os em pequenos pacotes. No final de 1973, ele pediu a Vinton Cerf que o ajudasse a construir o protocolo.

Em 1976, o Departamento de Defesa decidiu estender o protocolo TCP à rede ARPANET, composta de 111 máquinas ligadas entre si. Em 1978, o protocolo TCP foi dividido em dois: o TCP e o IP, para constituir o que se tornaria a sequência TCP/IP.

O que e e para que serve o DNS

O sistema DNS, utilizado atualmente, foi criado em 1984 a fim de remediar a falta de flexibilidade na nomeação pela tabela de nomeação, pedindo a atualização manual das correspondências entre os nomes de máquinas e o seu endereço nos arquivos de texto em cada uma delas.

O que é o sistema RFC

Em 1969, S. Crocker criou o sistema Request for Comments (RFC). Eram documentos apresentados sob a forma de notas, permitindo aos pesquisadores compartilharem os seus trabalhos. Jon Postel foi encarregado da administração destes documentos até a sua morte, em 1998.

Como foi desenvolvido o sistema de navegação World Wide Web

A partir de 1980, Tim Berners-Lee, pesquisador do CERN de Genebra, criou um sistema de navegação de hipertexto e desenvolveu, com a ajuda de Robert Cailliau, um software chamado Enquire, que permitia navegar de acordo com este princípio. Em finais de 1990, Berners-Lee criou o protocolo HTTP, bem como a linguagem HTML, que permitiam navegar com a ajuda de links de hipertexto através das redes. Assim nasceu a World Wide Web.

Veja também


History of the Internet
History of the Internet
Historia de Internet
Historia de Internet
Histoire d'Internet
Histoire d'Internet
Storia di Internet
Storia di Internet
Última modificação: 30 de junho de 2017 às 11:51 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'História da Internet', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.