0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Como usar o Apple Pay

O Apple Pay é o sistema de pagamentos por aproximação da Apple. Cada vez aceito em mais estabelecimentos comerciais e sites, esse serviço torna qualquer pagamento, seja em loja física ou pela internet, bastante prático e seguro. Nesse artigo, veja como utilizar esse recurso que permite que você faça compras mesmo se sair de casa sem nenhum cartão ou carteira.

Como funciona o Apple Pay?

O Apple Pay é um sistema de pagamentos e, portanto, está enquadrado em uma ampla categoria que engloba desde dinheiro vivo e cheque ao uso de cartões de débito e crédito e transferências bancárias. O diferencial do Apple Pay é que o pagamento é feito utilizando apenas o celular, sem a necessidade de que você tenha um cartão em mãos.

Basicamente, isso é possível por duas razões. Em primeiro lugar, o Apple Pay utiliza a tecnologia NFC, que realiza pagamentos por aproximação. Essa modalidade está cada vez mais presente em cartões e exige apenas que o usuário aproxime o cartão da maquininha para concluir a transação.

No entanto, o Apple Pay prescinde do uso do cartão, pois ele está vinculado à Apple Wallet, a carteira virtual da empresa e instalada por padrão nos iPhones mais recentes. Como qualquer carteira, ela guarda seus cartões e, portanto, ao aproximar seu smartphone de uma maquininha, é como se você estivesse usando seu cartão para pagar suas compras. Veja outros serviços disponíveis na Apple Wallet.

Como cadastrar um cartão no Apple Pay?

O primeiro passo para utilizar o Apple Pay, portanto, é cadastrar um ou mais cartões de débito ou crédito na sua Apple Wallet. Para isso, abra o aplicativo e toque no ícone + (sinal de mais) no canto superior direito da tela. Depois, basta seguir as orientações no celular para adicionar o cartão à carteira virtual.

Os únicos requisitos para cadastar um cartão na Apple Wallet são, além dos dados do cartão, um iPhone com Face ID ou Touch ID (exceto iPhone 5s) atualizado com a versão mais nova do sistema operacional e uma ID Apple. Além disso, em alguns casos, pode ser necessário baixar o app do banco ao qual o cartão está vinculado.

Quais cartões são aceitos no Apple Pay?

Infelizmente, nem todos os cartões são compatíveis com o Apple Pay. No momento, os bancos aceitos pelo sistema da Apple são Banco do Brasil, Itaú, Bradesco (apenas cartões Visa), Banco Inter, BTG Pactual, XP Investimentos e Porto Seguro. O Apple Pay também está disponível em diversos outros países.

Precisa de internet para usar Apple Pay?

Não, a tecnologia NFC não depende de conexão à internet, seja Wi-Fi ou rede 4G/5G. Assim, mesmo se o seu smartphone esteja em modo avião, ainda será possível fazer pagamentos. Por outro lado, qualquer configuração na Apple Wallet, como cadastro de cartão ou alteração de dados cadastrais, exige conexão.

É seguro usar Apple Pay?

Sim, os pagamentos pelo Apple Pay são bastante seguros e, na verdade, os riscos são bem menores do que outras modalidades de pagamento por aproximação que usam o cartão físico para fazer compras. Isso porque o Apple Pay só funciona se habilitado pelo usuário com o Touch ID (reconhecimento biométrico) ou Face ID (reconhecimento facial).

Com isso, não é possível que uma pessoa qualquer com o aparelho em mãos consiga realizar pagamentos utilizando seu iPhone. Somente o dono do smartphone é capaz de ativar o Apple Pay, ao contrário de cartões com tecnologia NFC, que não possuem essa camada extra de segurança.

Além disso, o sistema da Apple não compartilha os dados do seu cartão com a empresa que está recebendo os valores. Os números do cartão são criptografados e não há armazenamento de informações das transações que permitam a identificação do usuário, garantindo sua privacidade.

Foto: © Jonas Leupe - Unsplash.

Veja também
Este documento, intitulado 'Como usar o Apple Pay', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.

Assine nossa newsletter!

Receba toda semana o melhor conteúdo

Assine nossa newsletter!