O que fazer quando o PC está lento

Setembro 2017

O que fazer se seu computador está cada vez mais lento? Uma grande limpeza é necessária, pois um PC limpo tem mais potência e é mais rápido. Downloads, novos softwares e a criação de pontos de restauração, assim como o acúmulo de arquivos inúteis e temporários ocupam um espaço muito importante na memória do seu PC. Com o tempo, o registro do Windows se enche e arquivos supérfluos poluem o disco rígido e podem diminuir muito o desempenho do PC. Veja ações simples de manutenção para deixar sua máquina sempre em boa forma.


Determinar os recursos utilizados

Em caso de lentidão repentina de seu computador, pressione, simultaneamente, as teclas Ctrl + Alt + Del e clique no gerenciador de tarefas para acessar a aba Processo. Clique no título da coluna Processador ou Ferramenta de memória para saber quais processos monopolizam os recursos. Feche as aplicações correspondentes aos processos que consomem muitos recursos.

Observação: processo inativo do sistema é um processo fictício que permite conhecer os recursos livres. Se ele estiver a 100%, isto significa que os recursos estão inutilizados.

Quais são as razões de uma lentidão repentina

Modo PIO e DMA

Uma lentidão repentina pode vir do fato que o modo de transferência tenha passado para o modo PIO em vez do modo DMA. Para verificar isso, clique aqui.

Como excluir os vírus

Se a lentidão se deu repentinamente, com demora para ligar e, eventualmente, uma mudança de aparência ou abertura de publicidades intempestivas, saiba que provavelmente há um vírus ou outro arquivo malicioso infetando o seu computador. Para começar, faça uma varredura com o seu antivírus e poste os diferentes relatórios gerados nos fóruns do CCM, sendo bem preciso na descrição dos comportamentos estranhos observados. Algum usuário atento vai orientá-lo na desinfecção do PC.

Como remover programas inúteis

Eliminar os programas inúteis no arranque do Windows

Você pode modificar a lista de softwares que se executam no arranque do Windows para otimizar o tempo de acesso ao desktop. Para isso, vá em Iniciar e Executar. Digite
msconfig
e valide com OK. Em seguida, vá na aba Iniciar e desmarque unicamente os programas que não são indispensáveis para o arranque, como o PowerDVD, o OpenOffice.org, etc. Mantenha todos os softwares de proteção, como o antivírus, o firewall, o programa de reconhecimento Wi-Fi e os softwares para teclado e mouse.

Remover programas inúteis

Acesse o menu Iniciar e clique em Painel de controle. Em seguida, escolha o módulo Programas e funcionalidades (no Windows 7 e Vista) ou Adição/Remoção de programas (no Windows XP). Desenrole a lista, selecione o programa a ser desinstalado e clique em Adicionar/Remover.

Observação: depois de uma limpeza do Registro do Sistema, certas entradas podem não se encontrar mais no módulo ‘Adição/Remoção de programas’. Neste caso, vá em Iniciar > Todos os programas > Nome do programa e verifique se não existe nenhuma opção para desinstalar.

AdwCleaner

O AdwCleaner também se encarrega da maioria dos programas indesejáveis que modificam as configurações dos navegadores. Baixe o AdwCleaner (da Xplode). Execute, clique em Remover e aguarde o fim da análise. AdwCleaner excluirá os adwares e outros programas inúteis:


Como remover arquivos inúteis presentes no seu computador

Excluir o memory.dmp

Se o seu computador já passou por um bloqueio sério (ex: tela azul ou mensagem de esvaziamento da memória física), o Windows gera um arquivo chamado memory.dmp. O peso deste arquivo é mais ou menos equivalente à quantidade de memória no PC. Depois de voltar ao funcionamento normal, este arquivo pesado poderá ser removido sem risco. Para fazer isso, acesse a sua área de trabalho e clique em disco C: (disco onde se encontra o seu sistema operacional). Em seguida, na pasta C:\Windows, exclua o arquivo chamado memory.dmp.

Esvaziar a lixeira

Nem todo mundo sabe que os arquivos indesejáveis contidos na lixeira não desaparecem do seu disco rígido. É preciso pensar em esvaziar regularmente sua lixeira. O espaço dado à lixeira é, por padrão, de 10% do tamanho do disco. Você pode diminuir este espaço e assim, economizar alguns gigas. Para fazê-lo, clique no ícone da Lixeira > Propriedades, mova o cursor até a porcentagem desejada e clique em Aplicar. Por exemplo, para um disco rígido de 80 Gigas, 2% ou 3% bastam amplamente. Para os arquivos muito pesados, você pode excluir os arquivos sem passar pela lixeira com as teclas Shift + Del.

Arquivos temporários da internet

Por padrão, quando você navega pela Internet, o seu navegador conserva todas as páginas consultadas em uma pasta temporária (assim como numerosos cookies que podem ocultar-se ali). Esta função pode ser útil, mas esta pasta pode se tornar um problema se não for esvaziada regularmente.

Remoção dos arquivos com um software

Os softwares gratuitos que poderão excluir todos estes arquivos de forma eficaz são o CCleaner e o CleanUp. Para mais informações, leia o Tutorial do CCleaner.

Remoção manual dos arquivos

Muitas vezes, em caso de infecção ou impossibilidade de se conectar à Internet, é preciso arregaçar as mangas e limpar os arquivos manualmente. Neste caso, é melhor excluir os arquivos em modo de segurança (F8) depois de verificar e tornar visíveis os arquivos ocultos. Para uma limpeza prévia, acesse o Painel de controle > Opções internet > Geral. Clique em Excluir os cookies > Excluir os arquivos e marque a opção Excluir todo o conteúdo offline. Depois disso, remova todos os arquivos e pastas que se encontram no interior das pastas em negrito.

Vá na área de trabalho e clique em disco C:\. Em seguida, clique em Documents and Settings, selecione o Nome da conta da sessão em curso. Para terminar, clique na pasta Local Settings, selecione a pasta Temp e exclua todo o seu conteúdo. Exclua também o conteúdo da pasta Temp de todas as outras contas de usuário e da pasta Temp no C:\Windows\. Para terminar, remova o conteúdo da pasta C:\Windows\system32\configsystemprofile\Local Settings\Temporary Internet Files\Content.IE5.

Pastas supérfluas

Para usuários do Windows XP

No diretório C:\Windows é criada uma pasta onde são salvas as desinstalações das atualizações do Windows, que se apresenta sob a forma de uma lista com diversas pastas com nomes estranhos, tipo $NtUninstallKB8556$, escritas em azul. Você pode deletá-las sem risco. Para começar, é preciso eliminar as pastas do cache.

Para fazê-lo, vá no menu Iniciar, clique em Meus documentos e no menu Ferramentas selecione Opção de pastas > Exibir, busque a linha Exibir os arquivos e pastas do cache e valide com OK. Em seguida, volte para a área de trabalho, clique em disco C:\ e, na pasta Windows C:\Windows exclua todas as pastas com um nome que se assemelhe à $NtUninstallKB8556$, escritas em azul (a lista pode ser longa). Tome cuidado para excluir estas pastas e não as outras.

Para usuários do Windows 7 e Vista

O procedimento é um pouco diferente para acessar a pasta onde estão armazenadas as atualizações do sistema no Windows 7 e Vista. Por precaução, é recomendado desativar as atualizações automáticas, que serão reativadas no final. Para isso, vá em Iniciar > Painel de controle. Clique no ícone Windows Update e selecione a opção Nunca verificar se há atualizações (não recomendado):


Clique em OK, acesse a pasta
C:\Windows\SoftwareDistribution\Download
e exclua os arquivos contidos nela. Você deverá reativar as atualizações e, para isso, abra o Painel de controle > Windows Update > Alterar configurações. Selecione a opção Instalar atualizações automaticamente (recomendado) > OK:


Remoção dos pontos de restauração

Durante a instalação de novos softwares ou de um novo driver, o seu sistema cria um ponto de restauração, ou seja, ele efetua um backup em um momento preciso para permitir a restauração de forma idêntica, em caso de problema. Esta funcionalidade é muito útil, mas consome muito espaço de disco. Assim sendo, é preciso apagar backups mais antigos, pois apenas os mais recentes guardam coerência com seu sistema atual.


Para isso, acesse a área de trabalho e clique no disco C:. Selecione a aba Propriedades depois da limpeza do disco rígido (o Windows calculará a quantidade de espaço que será liberada). Na janela que se abre, escolha Outras opções e Excluir todos os pontos de restauração, exceto os mais recentes.

Limpeza do registro do sistema

Na sequência das instalações/desinstalações de softwares, o Registro do sistema acumula muitas chaves que não têm nenhuma utilidade. Seria muito bom para a sua máquina se o Registro do sistema fosse limpo regularmente. Para fazê-lo, existem diversos softwares gratuitos que excluem arquivos voltados para os aplicativos que você desinstalou. Dentre eles estão o JV16 PowerTools, o CCleaner e o Regcleaner.

Reparar os arquivos do sistema

Depois de uma parada brutal do computador ou de uma má manipulação, é bem possível que seu disco contenha arquivos defeituosos ou corrompidos. Mesmo que isto possa parecer banal, este tipo de erro gera bloqueios e travamentos do Windows. Para corrigir estes erros vá em Computador e clique direito no disco C:\. Selecione a aba Propriedades e clique em Ferramentas > Verificar agora.

Limpar o arquivo de troca

Para trabalhar, o Windows utiliza tanto a RAM quanto a memória virtual no disco rígido. Este arquivo de troca também é chamado de arquivo swap. Ele é utilizado pelo Windows para armazenar informações temporárias no disco rígido. Quanto à RAM, todas as informações são extraídas quando o computador está apagado.

O que não é o caso do arquivo de troca, que permanece igual a cada fechamento do PC, conservando dados obsoletos e informações confidenciais que podem ser exploradas por outras pessoas. Por razões de segurança e desempenho, é possível ativar a extração deste arquivo quando a máquina estiver desligada. Esta função fica desativada por padrão, pois ela aumenta o tempo de fechamento do sistema operacional. Para fazer isso, vá em Iniciar > Executar. Digite Regedit e valide com OK.

Edite a chave com
HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Contro\Session Manager]\Memory Management
. Já o valor, edite clicando em
ClearPageFileAtShutdown
e dê a ele o valor 1. Agora só falta fechar o Registro do sistema e reiniciar o computador para que esta opção seja validada.

Desfragmentação e manutenção do disco

Todas as manipulações citadas anteriormente provocam dispersão dos dados em seu disco rígido e, com o tempo, ele vai parecer um queijo com buracos. Quanto mais fragmentados são os dados, mais tempo o sistema levará para encontrá-los. Esta é a razão da necessidade de desfragmentação regular do disco rígido para reorganizar todos os dados.


Para efetuar uma boa desfragmentação é aconselhável sempre deixar 15% de espaço livre na partição, em geral a partição C://. Este espaço permanente também garantirá um bom funcionamento do Windows. É por isso que todas os usuários que instalam seus Windows sozinhos deveriam criar uma partição específica do Windows. Esta partição específica deve ter, no mínimo, 10% do total do disco rígido, se a partição for NTFS).

Observação: esta última dica não funciona ou é difícil de colocar em prática com computadores das marcas Acer, Dell e Hewlett-Packard.

Compactar os arquivos menos solicitados

Se você tem tendência a armazenar muitos arquivos no seu disco rígido e nos discos formatados pelo sistema de arquivos NTFS, você pode optar por compactar o leitor e aumentar o espaço do disco disponível (aba ‘Geral’ das Propriedades do disco rígido). Ao ativar esta opção, os dados serão mais ou menos compactados, de acordo com a frequência de utilização. A opção de indexação deste disco acelera as pesquisas de arquivos.

Quando ao hardware

É recomendado abrir e tirar a poeira da unidade central pelo menos uma vez por ano, a fim de prevenir a desaceleração e o aquecimento de certos componentes como o ventilador. Use flanelas secas, cotonete, pincel e tudo aquilo que você achar bom para alcançar todos os lugares e cantos da unidade central. Você também pode utilizar uma bomba de ar. Respeite as precauções de uso.


Não mova os componentes ou cabos quando limpar a unidade central, para não correr o risco de estragar o PC. Desconecte o PC da tomada e tire o cabo de alimentação. Apesar disso, uma quantidade de corrente ainda circula no PC. Feito isto, toque na carcaça metálica da unidade central para descarregar a eletricidade estática e não estragar os chips devido ao toque de suas mãos. Se você não estiver seguro do que está fazendo, chame alguém mais experiente para ajudá-lo.

Foto: © Pixabay.

Veja também

Artigo original publicado por netty5. Tradução feita por ninha25. Última modificação: 5 de junho de 2017 às 12:41 por Pedro.Saude.
Este documento, intitulado 'O que fazer quando o PC está lento ', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.