rdiff-backup: Backups eficazes e incrementais

Novembro 2016


Características de rdiff-backup


rdiff-backup é um software de backup. Ele permite fazer uma cópia espelho de um diretório para outro (igual rsync ou um simples comando sp).
  • Além do mais, ele conserva as antigas versões dos arquivos, o que lhe permite restaurar um arquivo que estava em uma data anterior, ou recuperar os arquivos apagados.
  • rdiff-backup permite fazer um backup para/a partir um diretório local ou para/a partir um servidor ssh.
  • rdiff-backup registra/transmite somente as partes modificadas dos arquivos. Então, é muito rápido e econômico em espaço disco e banda larga.
  • A sintaxe é simples e é possível filtrar os arquivos a salvar.
  • rdiff-backup permite igualmente fazer backups para os sistemas de arquivos que não suportam a gestão dos direitos Unix/Linux.


O backup o mais recente é uma cópia-espelho do diretório fonte.
Os backups das versões precedentes não contêm mais do que uma das partes modificadas dos arquivos em relação ao backup seguinte.

Eis um pequeno resumo rápido dos principais comandos :

Instalação


No Debian: sudo aptitude install rdiff-backup

Fazer um backup


rdiff-backup /fonte /backups
  • O backup da última versão de seus arquivos está disponível nos / backups.
  • O diretório /backups/rdiff-backup-data contém as diferenças com as antigas versões dos arquivos.

Listar os backups disponíveis


rdiff-backup -l /backups

(utilize --list-increment-sizes para ver o lugar ocupado por cada backup)

Eliminar os antigos backups


Por exemplo, eliminar todos os backups velhos de mais de 7 dias :
rdiff-backup --remove-older-than 7D --force /backups

Restaurar


Por exemplo para recuperar seu arquivo / fonte/meuarquivo.txt como ele estava a três dias atrás (e coloca-se no/fonte/antigo.txt) :
rdiff-backup -r 3D /backups/meuarquivo.txt /fonte/antigo.txt

( -r para "restore" ; 3D = 3 Days = 3 dias. Pode-se também especificar em horas, minutos, ou mesmo uma data precisa. Veja a documentação.)

Outras opções


Existe numerosas outras opções para filtrar os arquivos (por nome, caminho, ,tamanho...), para restaurar os diretórios inteiros, em datas precisas, fazer backups através ssh, etc.
Faça um i man rdiff-backup para listar as opções.

Certos softwares utilizam rdiff-backup para efetuar backups (backupninja, slbackup...), mas nada lhe impede de colocar simplesmente seu comando rdiff-backup no crontab para automatizar, ou ainda de colocar um script Shell para lançar em dois cliques.

Exemplo de automtização


Eis um exemplo : Nós organizamos um backup cotidiano dos diretórios pessoais (/home) para /var/ rdiff.backups/home guardando 30 dias de história dos arquivos. Nós excluímos os arquivos de tamanho superior à 50 Mo.

Coloque-se como root, e crie o arquivo /etc/cron.daily/rdiff_backup_home contenant:

#!/bin/bash  
test -x /usr/bin/rdiff-backup || exit 0  
logger "rdiff_backup_home: Supressão dos antigos backups (>30 dias)"  
/usr/bin/rdiff-backup --remove-older-than 30D --force /var/rdiff.backups/home  
logger "rdiff_backup_home: Backup do diretório  /home (arquivos <50Mo unicamente)."  
/usr/bin/rdiff-backup --max-file-size 50000000 /home /var/rdiff.backups/home  
logger "rdiff_backup_home: Fim do backup."


Torne este arquivo executável : chmod 755 rdiff_backup_home

Pronto, é só isso!

A partir de agora, os diretórios/home serão salvos cotidianamente.
rdiff-backup permitirá recuperar as antigas versões dos arquivos de até 30 dias atrás e ao mesmo tempo minimizando o espaço disco utilizado.
  • Para forçar um backup,digite: sudo /etc/cron.daily/rdiff_backup_home
  • Para listar os backups efetuados, digite : sudo rdiff-backup -l /var/rdiff.backups/home
  • Para restaurar um arquivo, exemplo : sudo rdiff-backup -r 3D /var/rdiff.backups/home/toto/monfichier.txt /home/toto/ancien.txt


Você poderá ver de o backup está bom ao olhar em /var/log/syslog. Tapez: grep rdiff /var/log/syslog

Veja também


Outros softwares de backup

  • rsnapshot permite igualmente de fazer backups incrementais, mas ele não utiliza rdiff e a mínima modificação de um arquivo lhe faz copiar o arquivo inteiro. rsnapshop consome então muito mais espaço do que rdiff-backup. rsnapshot exige igualmente que o sistema de arquivos no qual é feito o backup suporte os direitos Posix. (Isto não é necessário com rdiff-backup).


Tradução feita por Ana Spadari


Veja também :
Este documento, intitulado « rdiff-backup: Backups eficazes e incrementais  »a partir de CCM (br.ccm.net) está disponibilizado sob a licença Creative Commons. Você pode copiar, modificar cópias desta página, nas condições estipuladas pela licença, como esta nota aparece claramente.