Bus PC Card (PCMCIA)



O bus PC Card

O bus PC Card foi inventado em 1989 pelo consórcio PCMCIA (Personal Computer Memory Card International Association, daí o nome dado às vezes ao bus) a fim de aumentar as capacidades de acolhimento de periféricos dos computadores portáteis.

Características técnicas

Os periféricos PCMCIA têm o formato de um cartão de crédito (54 mm por 85 mm) e possuem um conector de 68 pinos.



Existem três tipos de factor de forma (form fator) que correspondem a três espessuras standard :


TipoLargura (mm)Comprimento (mm)Espessura (mm)
PC Card Type I54853.3
PC Card Type II54855.0
PC Card Type III548510.5


Os cartões de tipo I são utilizados geralmente para cartas de extensão de memória. Os cartões de tipo II servem habitualmente para periféricos de comunicação (modem, placa de rede, carta rede sem fios) e pequenos discos duros. Por último, os cartões de tipo III, muito mais espessos, em geral são reservados para periféricos que contêm elementos mecânicos (discos duros de grande capacidade).

CardBus

A partir de 1995, a norma CardBus (às vezes chamada PC Card 32-bit) apareceu, permitindo transferências de dados em 32 bits, cadenciados a uma frequência de 33 MHz com uma tensão de 3V (contra 5.5 para o PCMCIA).

Nosso conteúdo é produzido em colaboração com especialistas em tecnologia da informação sob o comando de Jean-François Pillou, fundador do CCM.net e diretor digital do Grupo Figaro. CCM é um site sobre tecnologia líder em nível internacional e está disponível em 11 idiomas.

Veja também

Última modificação: 3 de julho de 2017 às 13:16 por Pedro Muxfeldt.

Este documento, intitulado 'Bus PC Card (PCMCIA)', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (https://br.ccm.net/) ao utilizar este artigo.