4
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Como escrever uma carta de apresentação

Documento permite que o candidato a uma vaga de emprego se apresente e fale mais da sua personalidade, indo além do modelo mais restrito do currículo.



Você está procurando um emprego, estágio ou ingressar em um mestrado ou doutorado e precisa redigir uma carta de apresentação? Veja nesse artigo alguns conselhos para escrever um conteúdo que convença os responsáveis pela seleção de que você é a pessoa certa para a vaga disponível.

Para que serve uma carta de apresentação

Uma carta de apresentação tem por objetivo principal chamar a atenção do recrutador ao examinar sua candidatura. Escrevê-la é uma etapa importante no processo de candidatura. Nesse documento, você expressa sua personalidade, narra conhecimentos e experiências e dá as suas razões para ter se candidato e julgar ser o mais preparado para a vaga.

Dicas para escrever uma boa carta de apresentação

  • Não cometa erros: parece óbvio, mas nunca custa lembrar. Os recrutadores estarão atentos tanto ao conteúdo quanto à forma da carta. Use um corretor ortográfico para visualizar pequenos erros que possam ter sido cometidos e peça a uma pessoa de confiança para revisar a carta à procura de erros e inconsistências.
  • Não minta: outro conselho que parece evidente, mas não é. É importante ser inteiramente sincero e honesto. Para além de questões morais, você deve falar a verdade, pois as informações transmitidas certamente serão checadas com seus últimos empregadores e na sua entrevista. Se os recrutadores descobrirem uma inconsistência, você certamente será excluído do processo.
  • Formato e tom da carta: acertar o tom é o mais difícil em uma carta de apresentação. Você não pode ser muito informal pelo risco de parecer despreparado nem formal demais a ponto de transmitir uma sensação de distanciamento e impessoalidade. O melhor é ser claro e sucinto, sem floreios na escrita nem gírias. Não escreva mais de uma página e use uma formatação simples, como a norma ABNT.
  • Organização da carta: a carta pode ser dividida em partes. Para começar, fale da sua experiência na área, resumindo seu trajeto pessoal e profissional até o momento. Depois, é importante dizer porque você está concorrendo a essa vaga e, ainda mais importante, o que você acha que tem a contribuir com a empresa ou universidade. Por fim, narre suas expectativas e intenções profissionais.
  • Adaptação da carta: você pode e deve ter um modelo de carta de apresentação, mas o texto deve ser ajustado a cada novo envio para que você aborde aspectos específicos da vaga que pretende concorrer. Estude o perfil da organização que está ofertando a vaga para saber quais das suas qualidades vão chamar mais atenção daqueles recrutadores em especial.


Foto: © Linkedin Sales Navigator - Unsplash.
Veja também
Este documento, intitulado 'Como redigir uma carta de motivação', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.
2 Comentários

Assine nossa newsletter!

Receba toda semana o melhor conteúdo

Assine nossa newsletter!