Como promover e manter a reputação digital da empresa

Faça uma pergunta
Atualmente o controle informacional ou a e-reputação é uma estratégia indispensável, de uma empresa presente na web: na pesquisa e desenvolvimento (P & D), para ver o que os concorrentes fazem ou o que é dito de uma marca ou produto, a coleta de informações representa problemas de capital. Muitas vezes, mal planejada ou executada em um perímetro muito grande ou muito limitado, ela é, portanto, fácil de implementar graças a ferramentas simples. Mas a e-reputação só é realmente eficaz se a informação for processada e usada corretamente.


O que é a reputação digital

O monitoramento das informações sobre uma empresa na web consiste em configurar a automatização de um sistema de coleta e processamento de informações publicadas na internet em um assunto específico. Podem ser artigos, indicadores, tendências, análises, atualizações de sites. Ao contrário da recuperação de informações, pontual e utilitário, a reputação digital faz parte da estratégia da empresa.



Prática essencial para os atores econômicos e da web, as implicações da reputação digital e as ferramentas utilizadas dependem dos objetivos estabelecidos pela empresa.

Usos e desafios para a empresa

Qualquer reputação digital deve incorporar uma estratégia. Em geral, envolve a observação do ambiente tecnológico, técnico, econômico e competitivo da empresa, a fim de contribuir para o seu desenvolvimento. Este tipo de monitoramento também deve permitir que a empresa seja sempre mais reativa. Dependendo dos objetivos estabelecidos, a empresa deve segmentar os temas da sua estratégia de monitoramento para evitar se afogar na enxurrada de informações que obterá.

Para o que serve a reputação tecnológica e digital (P & D)

A reputação tecnológica centra-se em novos métodos, soluções, padrões, práticas e ferramentas desenvolvidas em um contexto profissional específico. Os sites a seguir são escolhidos de acordo com seu setor de atividade ou um tema específico (sites de referência especializados no digital, pesquisa e desenvolvimento, concorrentes ...).


O objetivo é ser informado sobre o que é dito sobre a empresa, a marca, seus serviços ou seus produtos na web. Com a propagação das redes sociais, onde os consumidores agora se expressam mais, a [/ faq / 27857-e-reputação-ferramentas-de-assistir e-reputação digital] ganhou muito terreno nos últimos anos. Os blogs, fóruns, sites de opinião também requerem atenção especial, bem como as redes sociais profissionais (Linkedin e Viadeo) para o controle da gestão do RH (departamento Recursos Humanos de uma empresa).

Monitoramento da concorrência

Ele consiste em monitorar as atividades dos competidores na rede e analisar suas forças e fraquezas para permanecer atento ao que está sendo feito em outros lugares, para inspirar-se (sem copiar) ou para não reproduzir os mesmos erros. Todos os espaços onde um concorrente intervém podem ser seguidos (site oficial, contas de redes sociais da marca, blog ...)

Como escolher as ferramentas certas

A decisão das ferramentas dependerá diretamente do tipo de reputação digital pretendida pela empresa, já que elas tornam o monitoramento acessível para as empresas de todos os tamanhos.

O Google Alerts pode ser suficiente para realizar uma reputação digital, desde que você defina as palavras-chave (evite termos muito vagas, homônimos...).

Para a reputação digital temática, as ferramentas de curadoria como Scoop.it ou os Agregadores RSS como Netvibes são fortemente recomendados.

Para a reputação digital, focada na marca, existem vários tipos de ferramentas: Mention (grátis) e Hootsuite cumprem bem esta função. Algumas até permitem compatilhar diretamente da plataforma com os consumidores.

É preciso definir previamente um ritmo de monitoramento, um perímetro e um limite de tempo. Se o controle consiste em seguir a atualidade das notícias dos sites através de ferramentas de curadoria, de preferência, selecione alguns sites de referência sem se envolver com um rastreamento muito amplo. É preferível obter algumas informações de qualidade (mais fáceis de processar) do que uma massa de informações poluentes sem interesse.

Como tratar e gerenciar as informações coletadas

Para transformar informações brutas em informações úteis, elas devem ser processadas, isto é, lidas, classificadas e selecionadas para serem usadas. Se os objetivos do controle estiverem claramente definidos desde o início, o tratamento segue um processamento fácil e com bons resultados.


Em geral, a exploração do conteúdo da reputação digital deve implementar o desempenho e a competitividade das empresas. Ela pode servir várias finalidades: compartilhamento e divulgação internos, para fins informativos ou no contexto de formação contínua de colaboradores, por exemplo; produção de relatórios, sobre um determinado assunto ou setor; animação de redes sociais, compartilhamento de conteúdo; ajuda na tomada de decisões.

É estes objetivos que envolvem a maioria das ações, especialmente em se tratando, por exemplo, de uma estratégia de transformação digital global da da sua empresa. Uma reputação digital ou de concorrência pode, por exemplo, ser usada para inspirar-se em outras empresas com um bom controle de sua presença na internet e envolvem uma atualização contínua.

Na reputação digital, o objetivo é permitir que os responsáveis da empresa ajam rapidamente, em caso de bad buzz (ecos ruins sobre a empresa), por exemplo, com direito à solicitação de moderação ou a responta direta aos consumidores. Nesse caso, a ferramenta usada também pode atuar como uma ferramenta de CRM (Customer Relationship Management – gerenciador da relação vendedor-cliente).

Foto: © Pixabay.
Para aprofundar esse assunto leia Comment choisir ses outils de veille