4
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Jogos Indies: os melhores para PC, consoles e dispositivos móveis

A categoria de games indies cresceu muito nestes últimos anos e, incontestavelmente, já faz parte das categorias de games. Quem nunca ouviu falar do Minecraft? Você sabia que ele é, na origem, um indie? Sim, ele foi criado num ambiente independente e, até hoje, é considerado o mais famoso dos indies, embora não pertença mais a esta categoria! Você quer conhecer quais são os melhores indies que aparecem nos catálogos das grandes lojas como Steam e Epic Games? Está no lugar certo porque é disso vamos falar aqui, inclusive com destaque para indies brasileiros.

O que é um game indie

A palavra indie nada mais é do que uma forma de abreviar a expressão jogos independentes, produzidos de modo autônomo, sem financiamento externo. Isto quer dizer que é um jogo produzido em estúdio de criação que se sustenta sozinho. Inicialmente para rodar em PC, já que é uma plataforma aberta, ele foi o palco dos primeiros testes, na década de 1990. É bem verdade que, no início, este tipo de jogo foi considerado pela elite dos games como sendo um projeto de qualidade inferior.

Atualmente, eles competem de igual para igual com games ditos “normais”, ou seja, são comparáveis aos produzidos pela indústria de games. Isto porque os estúdios indies podem, agora, aproveitar de todos os benefícios da democratização das ferramentas e tecnologias que foram se tornando acessíveis a todos.

Além disso, um game indie também tem, inegavelmente, uma vocação experimental, já que sempre explora novas mecânicas de jogo, com elementos ainda não testados em games.

Games indies históricos: os primeiros blockbusters

  • Minecraft (2011), da Mojang, é o destaque entre os indies, pelo seu modo de criação, baseado em formas exímias ou sistema de Blockbusters. Entretanto, depois que Mojang foi comprada pela Microsoft, o game mudou de categoria, embora isso nunca tenha impedido sua presença com destaque entre os indies originais. Para conhece-lo mais, clique no link do Minecraft para testá-lo. O jogo está disponível para Java, Android, Microsoft Windows, PlayStation 4, iOS.

  • Castle Crashers (2008) foi um game financiado pelos próprios desenvolvedores, lançado em várias plataformas simultaneamente. O sucesso foi enorme, trazendo tantos benefícios para o estúdio que o grupo conseguiu manter a The Behemoth ‘de pé’ para continuar produzindo outros projetos. Para conhece-lo, clique no link Castle Crashers. O jogo está disponível para PlayStation 4, Xbox One, Nintendo Switch, Xbox 360, PlayStation 3, macOS, Microsoft Windows, Mac OS Classic.

  • Braid (2016), é um projeto de Jonathan Blow. Ele combina sistema de puzzles e mecânica de controle do tempo. É um indie particular – Blow decidiu recorrer à empresas externas para implementar o lado artístico e musical do Braid. O game, de certa forma, ficou a meio caminho entre indie e ‘normal’, porque o desenvolvedor, apesar de ter sido auxiliado por empresas de terceiros, foi ele quem pagou o trabalho externo com seu próprio dinheiro (mais de US$ 200.000, na época). Você ficou com vontade de jogá-lo? Clique no link ao lado, Braid, para conhecê-lo. O jogo está disponível para Windows.

Os melhores indies brasileiros

  • Dandara: Trials of Fear (2018), foi projetado e produzido pela desenvolvedora brasileira Long Hat House. Construído em 2D, ele apresenta uma dinâmica incrível, permitindo uma experiência imersiva na história. que está atrás da ação do game. Você quer jogá-lo? Clique no link Dandara: Trials of Fear. O jogo está disponível para PlayStation 4, Android, iOS, Microsoft Windows.

  • Dandy Ace (2021) é um roguelike, da brasileira Mas Mimic, com ação que evolui com um extravagante mágico que combina com muita esérteza cartas enfeitiçadas para derrotar um ilusionista conhecido como Olhos Verdes e se libertar de um espelho maldiçoado. Para jogar, basta clicar no link Dandy Ace. O jogo está disponível para PS4, Nintendo Switch e PC.

  • Kaze ad the Wild Masks (2021), é o primeiro indie criado e produzido por estúdio brasileiro PixelHive, em 2D, para um jogador e protagonista mulher. O game, que além de exigir muita destreza dos controles, requer uma memória robusta para executar pulos e tiros milimetricamente calculados. Com vontade de entrar na correria? Clique no link ao lado Kaze and the Wild Masks, você não vai ficar desapontado. O jogo está disponível para Nintendo Switch, PS5, PS4, Xbox One, Xbox Series X e S e PC.

  • Blazing Chrome (2019), foi criado por JoyMasher , um game de tiro em estilo retro com câmera lateral 2D. A ação apresenta muitas máquinas belicosas em um mundo de poucos humanos, à beira do extermínio. A luta é bem difícil! Para conhecê-lo, abra o link ao lado Blazing Chrome. O jogo está disponível para PlayStation 4, Microsoft Windows, Nintendo Switch, Xbox One.

  • A lenda do Herói (2016) é um game produzido por brasileiro, em uma parceria com Dumativa Game Studio e Castro Brothers (lançamento em 2016 com várias atualizações). Para plataformas 2D, o game de aventura e ações em tom cômico, no mundo de um pequeno e valente herói. Os gráficos foram realizado em pixel arts com resultados extraordinários. Para conhecer o herói que pula e corre se parar, acesse o link A Lenda do Herói. O jogo está disponível para Windows, Linux, MacOS e Nintendo Switch.

Seleção de 6 indies de sucesso

  • Curse Expedition 2 (2021) foi produzido por Maschinen-Mensch um roguelike, simulador de aventura, ambientado no final do século 19. É um game alemão para um jogador, com gameplay processual histórico por campanhas. Ele foi o ganhador da categoria do Big Festival 2021, competindo, entre outros, com A Short Hike, Figment 2: Creed Valley, Genesis Noir. Para acessar o jogo, clique no link para download Curious Expedition 2 para PC. O jogo estará disponível para Nintendo Switch, Xbox e PlayStation até o fim do ano de 2021.

  • Loop Hero (2021), indie do estúdio russo Four Quarters, é um game que combina roguelike e RPG tático, lembrando muito a ambientação Dungeons and Dragons, com visual nostálgico dos gráficos em 8 bits, retro. O objetivo no game é escapar de um ciclo de caos e sombra, reconstruindo um universo com a ajuda de memórias, criando estratégias para usar inteligentemente as cartas. Se você ficou tentado a jogar, clique no link ao lado Loop Hero. O game está disponível somente para PC.

  • Mundaun (2021), do desenvolvedor independente Mundaungame, é uma game-conto de terror, desenhado à mão e ambientado em uma paisagem isolada e obscura dos Alpes. Com mecânica de quabra-cabeças, o gamer deverá desvelar segredos para se livrar de criaturas tenebrosas e conseguir sobreviver. Para conhecer o conto com lindos gráficos, acesse o link Mundaum para PC.Ele está disponível para PS5, PS4, Nintendo Switch, Xbox One, Xbox Series X e S e PC.

  • It Takes Two (2021) desenvolvido pelo studio Hazelight é um jogo cooperativo online, suportando a tela dividida e inspirado nas animações da Disney Pixar. Com excelente emissividade nas narrativas interativas. Com o Passe de Amigo é possível jogar com um amigo, grátis, para viver a aventura e resolver os desafios em cooperação. Para jogar com os amigos ou não, acesse o link do jogo It Takes Two. O game está disponível para PS5, PS4, Xbox One, Xbox Series e PC.

  • Genesis Noir (2021) do Feral Cat Den é uma aventura noir que se desdobra no tempo e espaço. A trama envolve um triângulo amoroso entre seres cósmicos e se transforma em um confronto implacável. Para conhcer o jogo e desfrutar da aventura, clique no link ao lado Genesis Noir. O jogo está disponível para Microsoft Windows, macOS, Nintendo Switch, Mac OS, Xbox One.

Outros títulos com excelente gameplay

Vale a pena jogar

Gostou das dicas para games indies? Fique de olho, o artigo é atualizado frequentemente!

Foto: © Cotonbro - Pexels.

Este documento, intitulado 'Jogos Indies: os melhores para PC, consoles e dispositivos móveis', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.
1 vote - 5.0/5
1 Comentário
Uau! Genial, nem sabia que o Brasil criava este tipo de game - parabéns para os nossos desenvolvedores

Assine nossa newsletter!

Receba toda semana o melhor conteúdo

Assine nossa newsletter!