Características e desempenho da RAM

Faça uma pergunta
Os princípios comuns da escolha de RAM estão descritos neste artigo. Aqui, vamos explicar um pouco mais sobre as características da memória, tipo, frequência, tempo e resultados de desempenho em aplicações reais.


Características técnicas

Tipo de RAM: DDR, DDR2, DDR3

Em geral, a placa-mãe só lida com apenas um tipo de memória e é o controlador de memória da placa-mãe que decide. Este controlador de memória vem integrado no northbridge na placa-mãe Intel Soclet 775, porém se encontra no processador da marca AMD.

A maioria das placas-mãe só suporta um tipo de RAM, mas já existiram modelos com dois tipos de RAM e slots correspondentes (não simultaneamente).. A mais antiga de todas é a DDR, que agora é usada para atualizar um PC antigo. A DDR2 teve seus momentos de glória durante anos mas, atualmente, vem regredindo porque corresponde aos soquetes em fim de vida.


Quanto à DDR3, ela se generalizou nas plataformas AMD AM3 e Intel 1366 e 1156. Fisicamente, os diversos tipos de RAM se distinguem por um entalhe impedindo-os de serem montados em uma placa-mãe que não os suportem:


A frequência

Há muitas frequências diferentes para a RAM, sem contar com o que podemos obter com o overclocking. Estas frequências variam entre 133 MHz e 2 GHz, mas a frequência real, também chamada de efetiva, varia de 66.5 MHz a 1 GHz, ou seja, metade dos valores nominais. As frequências de funcionamento da RAM são ainda menores. Leia a tabela de frequências aqui.

Na escolha da sua barra de memória você deverá levar em conta a frequência escolhendo, de preferência, a mais alta suportada pela placa-mãe. Por exemplo, se o site do fabricante da sua placa-mãe indicar que ela suporta DDR3 a 1066/1333/1600 MHz, você deverá colocar apenas a DDR3 nessas frequências e, de preferência, no valor máximo de 1600 MHz.

Os intervalos para executar uma operação

Os horários determinam os intervalos em número de ciclos do relógio para executar uma operação. Para a definição dos diversos horários, leia este artigo. O mais importante é o CAS (Column Address Strobe), tempo de acesso a uma coluna.

Simplificando, quanto menores os intervalos, mais rápida será a memória. Por exemplo, os intervalos de 4-4-4-12 serão melhores do que 5-5-5-15 em uma mesma frequência. Já a comparação entre memórias que tenham intervalos e frequências diferentes se torna mais difícil já que esses dois parâmetros são independentes. Saiba que comparar as frequências de RAM não significa nada se não compararmos o CAS também.

O que é a tecnologia Dual Channel

Dual Channel é uma tecnologia gerenciada pelo controlador de memória para dobrar a largura de banda de memória de uma perspectiva teórica. Mas a situação é bem diferente na prática.
O ganho do Dual Channel foi presente, principalmente, na época dos Pentium 4, mas nos modelos mais atuais o ganho chega a no máximo 5%.

Qual quantidade de RAM para qual PC

A questão que se coloca é: qual quantidade de RAM devo instalar para ter um PC que funcione bem? Com o Windows XP, era recomendado 2 Gb. Com o Windows 7, a necessidade cresceu para 4 Gb de RAM. Porém, nos Windows 8 e 10, a recomendação é de apenas 1 Gb para a versão de 32 bits do sistema operacional e de 2 Gb para a versão 64 bits.

Como medir o desempenho

Os benchmarks mostram melhorias bastante espetaculares na largura de banda da memória, como o Sandra Lite. Mas estes testes não refletem a realidade do cotidiano. Nos softwares, os ganhos são muito mais baixos.

Overclocking

Assim como outros componentes de um PC, podemos tirar o melhor proveito da RAM. Saiba que os ganhos obtidos pelo overclock do processador traz riscos de instabilidade. Você terá que ir no BIOS e alterar as configurações da RAM. Também é possível aumentar a frequência da RAM, estabelecendo intervalos menores e fixando a frequência da memória RAM: tudo depende se você também fez o overclock da CPU ou não.

Em geral, é melhor aumentar a frequência do que reduzir os intervalos. Muitas vezes, será preciso ajustar o valor da tensão para 1.65V (ver instruções de sua memória), sendo o valor padrão de 1.50V para DDR3. Em entrada de gama, as barras ECO de baixa tensão (1.35V) são muitas vezes as melhores para aumentar a frequência. Em produtos de ponta, a memória comporta facilmente 7-7-7-21 a 1 GHz efetivo (DDR3 2000MHz).

A frequência de funcionamento do controlador de memória também é importante para o overclocking, mas não é ajustável no soquete 1156, processador Clarkdale e Lynnfield. No soquete 1156, não é aconselhável montar além de 1 GHz efetivo, pois esse é o limite dos controladores de memória integrados nos Clarkdales. Nesse caso, é melhor baixar os intervalos se você quiser ganhar em desempenho.

Otimizar as configurações em sua memória DDR3 permite uma melhora de até 10% em codificação de vídeo. Não é tão espetacular quanto o overclocking de uma CPU, mas vale a pena.

Foto: © Volodymyr Krasyuk - 123RF.com
Jean-François Pillou

Nosso conteúdo é produzido em colaboração com especialistas em tecnologia da informação sob o comando de Jean-François Pillou, fundador do CCM.net e diretor digital do Grupo Figaro. CCM é um site sobre tecnologia líder em nível internacional e está disponível em 11 idiomas.

Mais informações sobre a equipe do CCM

Veja também