Modelo Cliente/Servidor



Como é a arquitetura de um sistema cliente/servidor

Muitos aplicativos funcionam de acordo com um ambiente cliente/servidor, o que significa que computadores clientes (máquinas que fazem parte da rede) contatam um servidor, uma máquina geralmente bem potente em termos de capacidades de entrada e saída, que lhe fornece serviços. Estes serviços são programas com dados como hora, arquivos, conexão, entre outros.

Os serviços são explorados por programas, chamados programas clientes, que são executados nas máquinas clientes. Fala-se assim de cliente quando designamos um programa que roda numa máquina cliente, capaz de processar as informações que recupera de um servidor (no caso do cliente FTP são os arquivos, enquanto que para o cliente de serviço de mensagens é o e-mail).

Quais são as vantagens da arquitetura cliente/servidor

O modelo cliente/servidor é particularmente recomendado para redes que requerem um grande nível de fiabilidade com as seguintes vantagens: recursos centralizados, já que o servidor está no centro da rede, ele pode gerenciar recursos comuns a todos os usuários como, por exemplo, um banco de dados centralizado, a fim de evitar os problemas de redundância e contradição. Esse modelo oferece também maior segurança pois o número de pontos de entrada que permitem o acesso aos dados é menor, o gerenciamento do servidor e uma rede evolutiva. Graças a esta arquitetura, é possível remover ou adicionar clientes sem perturbar o funcionamento da rede e sem modificar o essencial.

Desvantagens do modelo cliente/servidor

No entanto, a arquitetura cliente/servidor tem algumas lacunas, entre as quais o custo elevado devido ao tecnicismo do servidor e o elo fraco,isto é, o servidor é o único elo fraco da rede cliente/servidor, já que toda a rede está estruturada em função dele. Felizmente, o servidor tem uma grande tolerância a avarias, principalmente graças ao sistema RAID.

Como funciona um sistema cliente/servidor

Um sistema cliente/servidor funciona de acordo com o seguinte esquema:



O cliente faz um pedido para o servidor pelo seu endereço IP e à porta que designa um serviço específico do servidor. Em seguida, o servidor recebe o pedido e responde com a ajuda do endereço da máquina cliente e de sua porta.
Jean-François Pillou

Nosso conteúdo é produzido em colaboração com especialistas em tecnologia da informação sob o comando de Jean-François Pillou, fundador do CCM.net e diretor digital do Grupo Figaro. CCM é um site sobre tecnologia líder em nível internacional e está disponível em 11 idiomas.

Mais informações sobre a equipe do CCM

Última modificação: 13 de junho de 2019 às 06:43 por Bruna de França.

Este documento, intitulado 'Modelo Cliente/Servidor', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (https://br.ccm.net/) ao utilizar este artigo.