54
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Número banido no WhatsApp: saiba como recuperar

Seu número foi banido do WhatsApp? Embora não seja comum, é possível que, por diferentes motivos, a empresa bloqueie seu perfil na plataforma. Se aconteceu com você, não se desespere. Nesse artigo, explicamos as razões por trás de um banimento e o que se pode fazer para recuperar sua conta.




Tipos de banimento

Para começar, você deve saber que existem dois tipos de banimento: temporário e definitivo, que correspondem a tipos diferentes de infração.

Número banido de forma temporária

Caso surja uma mensagem na sua tela informando que sua conta foi “suspensa temporariamente” junto a um temporizador, a solução é relativamente simples. Geralmente, o WhatsApp faz esse bloqueio devido ao uso de aplicativos não oficiais, como WhatsApp Plus ou GBWhatsApp.

Nesse caso, recomendamos que você volte rapidamente a utilizar a versão oficial do app (antes que o temporizador chegue a zero) se você não quiser ter seu número banido de forma definitiva. Antes disso, é preciso seguir alguns passos para assegurar que você não perca as conversas armazenadas nos aplicativos APK.

Para fazer backup no GBWhatsApp, acesse o aplicativo e vá em Mais opções > Chats > Cópia de segurança. Depois, vá em Configurações do telefone > Armazenamento. Busque a pasta com os arquivos do GBWhatsApp e troque o nome para WhatsApp. A partir daí, você já pode desinstalar o app não oficial. Baixe a versão oficial aqui e faça a restauração da cópia de segurança disponível.

Caso você estiver usando o WhatsApp Plus, você pode pular esse procedimento, pois o histórico das conversas será transferido automaticamente para a versão oficial da plataforma. Delete o Plus, baixe o WhatsApp oficial e faça a restauração do backup.

Número banido de forma definitiva

Se a mensagem surgida na tela for “Seu número está banido do WhatsApp. Entre em contato com o Suporte para receber ajuda", a situação é um pouco mais complicada. Esse tipo de banimento se deve a alguma infração das condições de uso da plataforma.

Os principais motivos para bloquear indefinidamente sua conta são:
  • Envio de mensagens em massa, indesejadas ou spam;
  • Uso de listas de difusão cujas mensagens recebem alto número de denúncias;
  • Uso de listas de contatos desconhecidos de forma ilícita, como compra de números;
  • Difusão de conteúdo proibido, tais como mensagens ameaçadoras e racistas etc.


Se você não utilizou o WhatsApp para nenhum desses fins, entre em contato com o aplicativo para perguntar o motivo do bloqueio e solicitar a restauração da conta. Para isso, escreva uma mensagem ao serviço de Suporte do WhatsApp, a partir desta página, explicando que se trata de um erro. A empresa garante que examina cada caso para não cometer injustiças e devolver o acesso à conta se nenhum artigo das condições de uso tiver sido infringido.

Dicas para não correr risco de banimento

Embora a maioria das dicas seja básica, veja algumas recomendações para evitar problemas com o uso do serviço de mensagens:
  • Seja respeitoso com as pessoas com quem conversa no app. Quando se trata de um novo contato, apresente-se, explique como obteve seu número e não entre em contato se a outra pessoa assim solicitar.
  • Caso você seja administrador de um ou vários grupos, você é responsável pelo conteúdo da conversa. Por isso, recomendamos que você faça a moderação de modo atento e responsável, limitando as pessoas que podem participar do grupo. Também não adicione pessoas que não deram permissão para entrar no grupo.
  • Por último, respeite a intimidade das pessoas. Nunca reenvie informações privadas ou conteúdos comprometedores nem repasse mensagens com o objetivo de causar danos à imagem de outras pessoas.


Foto: © 123RF.com

Veja também

Este documento, intitulado 'Número banido no WhatsApp: saiba como recuperar', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.

0 Comentário