1
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Qual é o melhor serviço de streaming de música?

Hoje em dia, a maioria das pessoas ouve músicas por serviços de streaming e isso gerou uma multiplicação deles no mercado, bem como dúvidas entre os usuários sobre qual é o melhor serviço entre todos os disponíveis atualmente. Neste artigo, o CCM Brasil lista os prós e contras dos principais streamings de música para ajudá-lo nessa decisão.

Spotify

  • Prós: integração completa, curadoria de playlists, podcasts

  • Contras: sem opção em alta qualidade, sugestões repetitivas

  • Preços: R$ 19,90 (plano individual); R$ 24,90 (duo), R$ 34,90 (família, até seis contas), R$ 9,90 (universitário); teste grátis por 1 mês

O Spotify é um dos streamings mais populares e há boas razões para isso. Possui vasto acervo de músicas, centenas de podcasts e ótima curadoria de playlists, tanto genéricas quanto personalizadas. Outro destaque é sua compatibilidade, podendo ser usado em qualquer dispositivo e com integração com os principais assistentes de voz do mercado. Por outro lado, a maior desvantagem do Spotify é o caráter repetitivo das sugestões. Em geral, as opções aleatórias repetem um conjunto reduzido de músicas. Por fim, o serviço não conta com opção de alta qualidade de reprodução.

LEIA MAIS:
Como transferir playlists entre streamings de música
Como compartilhar senhas de serviços de streaming
Melhores apps para baixar músicas

Deezer

  • Prós: parcerias com empresas, plano anual

  • Contras: interface e playlists bagunçadas

  • Preços: R$ 16,90 (plano premium); R$ 26,90 (family, até seis contas), R$ 26,90 (HiFi); R$ 8,45 (student); teste grátis por 3 meses

O Deezer tem como principal destaque suas parcerias com empresas, como TIM, Itaú e Globoplay, que dão acesso grátis ao streaming para seus clientes. Com isso, você terá à disposição um aplicativo recheado de músicas e podcasts sem pagar nada por isso. Outro ponto forte do Deezer é o seu plano anual, onde você paga 10 meses e leva um ano de assinatura. No entanto, o usuário vai se deparar com um programa (seja na versão web, seja na versão mobile) com uma interface bagunçada e playlists um pouco desorganizadas. Também há relatos de travamentos constantes entre alguns usuários.

Apple Music

  • Prós: ecossistema iOS, curadoria de playlists

  • Contras: sem versão gratuita, aplicativos ruins

  • Preços: R$ 16,90 (plano premium); teste grátis por 3 meses

O Apple Music entrega um grande acervo de músicas, acesso a diversos podcasts e uma curadoria de alto nível das suas playlists, que conta com um algoritmo inteligente. Contudo, o destaque do aplicativo é sua integração ao ecossistema iOS. Assim, ele é altamente recomendado para quem usa apenas produtos Apple, com uma conexão perfeita entre os dispositivos. Do lado negativo, está o fato de o app não ter versão grátis e sua interface, em qualquer uma das versões, não ser muito satisfatória, com conteúdo um pouco desorganizado e conexão com o criticado iTunes.

Tidal

  • Prós: máxima qualidade de áudio, organização do app

  • Contras: preço, necessidade de bons aparelhos

  • Preços: R$ 16,90 (plano premium); R$ 33,80 (HiFi); teste grátis por 1 mês

Podemos dizer que o Tidal é o aplicativo premium entre streamings de música. Com interface moderna e intutiva, ele organiza seus conteúdos de maneira muito simples e inteligente, com playlists criadas com curadoria de especialistas. Além disso, a qualidade de som é um diferencial, com três níveis - convencional, HiFi e Master, que tem qualidade Dolby Atmos. Isso tudo, no entanto, impacta no preço do plano completo. Também é necessário ter bons alto-falantes ou headphones para captar a maior qualidade do som. O Tidal ainda inclui vídeos e realiza transmissões exclusivas.

Amazon Music

  • Prós: conjunto de benefícios, preço

  • Contras: conteúdo restrito, apps desorganizados

  • Preços: R$ 9,90 (incluído no Amazon Prime); R$ 16,90 (plano Music Unlimited); teste grátis por 3 meses

O Amazon Music está um pouco atrás na disputa entre os streamings de música. Sua interface deixa a desejar e, ao contrário de alguns concorrentes, sua comunidade de usuários é pouco engajada, sendo mais difícil encontrar playlists interessantes criadas pelo público. Porém, o Amazon Music funciona como um complemento interessante para assinantes do Amazon Prime. Por R$ 9,90 mensais, você tem acesso a um conjunto restrito de músicas, mas também ganha frete grátis em compras na Amazon e acesso ao Prime Video. Pode ser uma boa opção para quem quer aproveitar os outros benefícios da conta Prime e não é tão ligado assim em música .

YouTube Music

  • Prós: integração com YouTube, variedade de músicas, interface organizada

  • Contras: experiências em vídeo, excesso de anúncios

  • Preços: R$ 16,90 (plano premium); R$ 25,50 (família, até cinco contas); R$ 8,50 (estudante)

Muitos apps foram criticados nesse review pela interface. Isso não acontece com o YouTube Music, que tem uma organização elegante e clara dos conteúdos. Mas o ponto forte do aplicativo é a integração com sua conta no YouTube, transferindo playlists já criadas e usando o poderoso algoritmo do site para sugerir músicas para você. Por outro lado, há um destaque para videoclipes que pode ser excessivo para alguns usuários mais interessados na música. Além disso, a versão gratuita é a que possui mais anúncios, como já sabem os usuários do YouTube tradicional.

Qual é o melhor serviço de streaming de música

Afinal, qual é o melhor serviço de streaming de música do mercado? Isso depende do que você quer dele. O Spotify é a opção padrão porque possui bom custo-benefício, compatabilidade com praticamente qualquer aparelho e acervo amplo. No entanto, outros usuários podem encontrar opções mais adaptadas às suas necessidades.

Para Apple-maníacos, por exemplo, o Apple Music é excelente pela sua integração perfeita ao ecossistema de dispositivos da empresa. Para quem se preocupa em primeiro lugar com a qualidade do áudio, o Tidal (na versão HiFi) é a opção ideal e incomparável aos demais. Já para quem usa bastante o YouTube para ouvir música, a versão premium do YouTube Music é uma ótima pedida - e com preço em conta.

O importante é encontrar um aplicativo que possua um acervo considerável dos estilos musicais que você mais curte e que você se adapte à interface dele (o que pode ocorrer até mesmo em interfaces não tão intuitivas). Em caso de dúvida, aproveite a opção de teste grátis ofertado pela maioria deles para descobrir qual streaming você mais gosta.

Foto: © Nadine Shaabana - Unsplash.

Veja também
Este documento, intitulado 'Qual o melhor serviço de streaming de música?', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM (br.ccm.net) ao utilizar este artigo.

Assine nossa newsletter!

Receba toda semana o melhor conteúdo

Assine nossa newsletter!